Pub
Pub
artigo
imprimir

5 especiarias que ajudam no controlo glicémico

As especiarias não só ajudam a trazer sabor para a alimentação, como podem ter propriedades benéficas para a saúde. Descubra 5 especiarias que têm sido faladas quando o assunto é a diabetes.

As especiarias são produtos derivados de plantas (sementes, cascas ou flores) com sabor intenso e distintivo. Antes de mais, são importantes aliados na cozinha, pois ajudam a conservar alimentos, intensificam sabores e caracterizam pratos típicos de certas regiões.

 

Além disso, há séculos que as especiarias são também empregadas para fins medicinais e de prevenção da doença. A especiaria indiana açafrão, largamente utilizada na cozinha mediterrânica, por exemplo, tem sido historicamente utilizada no tratamento do cancro e de estados depressivos. Por outro lado, coentros e tomilho são empregados pelas suas propriedades digestivas e a curcuma, por exemplo, pelas suas propriedades anti-inflamatórias.  A lista é extensa. Mas vamos ver quais as especiarias que têm sido identificadas na medicina tradicional e em estudos científicos recentes como potencialmente benéficas para os doentes diabéticos.

5 especiarias que ajudam no controlo glicémico

Canela

 

A canela é consistentemente indicada como um ótimo aliado para o doente diabético. Parece ajudar, ao conferir um sabor doce aos alimentos sem a necessidade de adicionar açúcar. Ensaios clínicos recentes indicam que o seu consumo reduz os níveis de açúcar no sangue em pessoas saudáveis e em pessoas com diabetes tipo 2.  A canela parece, também, trazer benefícios para o coração, ajudando a reduzir o colesterol e os triglicerídeos, ou seja, a reduzir o risco de doenças cardiovasculares.

 

Dica de refeição: experimente polvilhar no iogurte, fruta ou cereal; use-a em ensopados ou para esfregar carne.

 

Pimenta preta

 

Graças às suas propriedades anti-inflamatórias, a pimenta preta está na origem do ingrediente ativo de muitos cremes e pomadas para artrite e dores musculares. A sua função anti-inflamatória pode ajudar em travar o desenvolvimento da diabetes. Por outro lado, pode também contribuir em aliviar os dores provocados pela neuropatia diabética. Considera-se que a pimenta preta atua como antioxidante e que pode potenciar o efeito antidiabético de outras especiarias.

 

Dica de refeição: pode ser adicionado a qualquer refeição salgada. Mas atenção, não é aconselhada para quem sofre de distúrbios gastrointestinais!

 

Gengibre

 

O gengibre é largamente utilizado como remédio anti-inflamatório natural. Estudos científicos parecem verificar que o gengibre diminui a glicemia, acelerando o metabolismo e aumentando a absorção de glicose no sangue. Num estudo animal de 2014 publicado no Jornal de Estudos Diabéticos, os investigadores concluíram que o gengibre tem o potencial de:

 

  • Reduzir o peso corporal e a gordura corporal;
  • Diminuir os níveis de açúcar no sangue;
  • Aumentar os níveis de insulina.

 

Dica de refeição: o seu sabor fresco e picante o gengibre é versátil e pode ser utilizado em bolos, peixes e carnes cozidas, molhos e bebidas.

 

Curcuma

 

A curcuma oferece imensos benefícios ao nosso corpo e é um tempero ideal para quem sofre de diabetes. Possui propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes, antineoplásicas e antimicrobianas. A curcuma tem sido identificada como um alimento prometedor na prevenção e tratamento da diabetes, parecendo melhorar o perfil metabólico dos doentes, ao mesmo tempo que parece ter efeito cardioprotetor, nefroprotetor e hepatoprotetor.

 

Dica de refeição: graças ao seu sabor delicado, é muito fácil usar a curcuma para enriquecer inúmeros pratos como, por exemplo, sopas, risotos, caris e legumes assados.

 

Sálvia

 

Talvez não seja coincidência que a palavra inglês «sage» é a mesma usada para indicar a especiaria e uma pessoa sábia. Na medicina tradicional, considera-se que a sálvia potencia a memória e alguns estudos mais recentes verificaram que parece ter efeitos protetores para o cérebro. Hoje, a sálvia mostra potencial como um tratamento para diabetes tipo 2 porque parece aumentar a ação da insulina e reduzir o açúcar no sangue  além de possuir ação anti-inflamatória, antibacteriana e antioxidante.

 

Dica de refeição: experimente adicionar a sálvia em pratos de carne ou peixe, ou como base para chás e infusões!

artigo

230.

Adoçantes naturais para um dia mais doce

Atenção! As especiarias, assim como qualquer outro ingrediente natural, não são um substituto da medicação para diabetes ou de uma dieta controlada. Assim sendo, encare-as como um complemento útil para um estilo de vida saudável. Em caso de dúvida, deverá sempre dialogar com a sua equipa de saúde.

 

Por fim, junte-se à comunidade Diabetes 365º!

Referências
  • Lima et al., 2019.

  • Srinivasan, 2019.

  • Azimi, et al., 2015.

  • WebMD

artigo
imprimir
anterior seguinte