Pub
Pub
artigo
imprimir

Cuidados no desporto ao ar livre

Na diabetes, o desporto ao ar livre pode ser uma boa opção. No entanto, será que sabe quais os cuidados que deve ter ou as melhores modalidades?

O exercício físico permite uma melhoria do controlo da glicemia em pessoas com diabetes tipo 2, reduz o risco cardiovascular e contribui para a perda de peso, assim como para uma melhoria geral da qualidade de vida. É, por isso um passo importante para a gestão da diabetes. Mas se é do tipo de pessoa que não gosta de exercício em espaços fechados, porque não combater a diabetes com desporto ao ar livre?

 

Os desafios relacionados com o controlo da glicemia na prática de exercício físico variam de acordo com:

 

artigo

40.

As complicações da diabetes

A prática de exercícios deverá ser, assim, adaptada a cada qual, para que os objetivos individuais do doente possam ser alcançados.

Algumas considerações antes de começar: diabetes desporto ao ar livre

Antes de iniciar qualquer tipo de exercício físico deverá sempre consultar um profissional de saúde e discutir quais as suas melhores opções. Certifique-se de que refere que tipo de atividades mais gostaria de fazer, como se deverá preparar e o que deverá evitar. Desta forma, sugerimos que siga os seguintes conselhos práticos:

 

  • Beba bastantes fluídos durante a prática de atividade física, para prevenir desidratação;

 

  • Tenha a certeza de que verifica os seus níveis de açúcar no sangue antes, em especial se está a usar insulina, e após terminar, a sessão de exercício, para verificar como a sua glicemia foi afetada;

 

  • Use meias de algodão e sapatos adequados à prática desportiva, que lhe sirvam e que sejam confortáveis;

 

  • Após completar a sua sessão de exercício, verifique a condição dos seus pés para a existência de feridas, bolhas, irritações, cortes ou outros tipos de lesões. Se algum destes problemas não tiver resolução passados 2 dias, entre em contacto com um profissional de saúde.

 

  • Pessoas com idades mais avançadas ou com neuropatia (lesões ao nível dos nervos periféricos), complicações cardiovasculares ou doença pulmonar deverão evitar praticar exercício ao ar livre em dias muito quentes e/ou húmidos.

 

  • Pessoas com visão condicionada deverão eventualmente evitar alguns tipos de atividades, como por exemplo, ciclismo ou caminhadas ao ar livre.

Sugestões de atividades físicas ao ar livre

  • Caminhar poderá ser uma opção descomplicada e acessível. Garanta que usa um par de sapatos confortáveis com solos grossas e flexíveis. Vista roupas com tecidos sintéticos que deixam a sua pele seca. Deverá tentar concretizar pelo menos sessões de 30 min, 5 dias por semana.

 

  • Andar de bicicleta é uma escolha interessante para quem sofre de neuropatia nos pés, uma vez que aumenta a circulação sanguínea para os membros inferiores sem aumentar a pressão sobre os pés. Poderá começar com sessões de 10 a 20 min com um ritmo baixo a moderado e em caminhos planos.

 

  • Nadar é um tipo de exercício que não aumenta a pressão sobre as suas articulações. Aconselha-se que use calçado aquático para proteger os pés. Comece por nadar de seguida durante 10 minutos e vá aumentando a partir daqui.
artigo

90.

Cuidados no desporto ao ar livre

Junte-se à comunidade Diabetes 365º!

Fontes

Referências

  • American Diabetes Association (ADA)
  • National Center for Chronic Disease Prevention US (CDC)
  • WebMD
artigo
imprimir
anterior seguinte