Pub
Pub
artigo
imprimir

Devo manter um diário da diabetes?

Entre as medições da glicemia, o tratamento diário e os vários parâmetros que é necessário ir controlando na diabetes, manter um diário da diabetes pode ser uma ferramenta útil. Saiba porquê e aproveite para imprimir as páginas do seu diário.

Será que deve manter um diário da diabetes? Monitorizar a glicemia, bem como vários outros valores, faz parte do tratamento da diabetes. Se sente que é difícil manter o controlo da doença ou se, por outro lado, gostaria de ter uma noção mais clara sobre se a sua diabetes está a melhorar ou piorar, manter um diário pode ser uma grande ajuda. Além disso, é uma ferramenta útil para mostrar à sua equipa de saúde de forma a ter uma perspetiva de longo prazo.

 

Um diário permite-lhe ainda saber como é que as mudanças que aplica no seu dia a dia têm ou não impacto na sua diabetes.

 

Como sabe, a diabetes é uma doença crónica à qual estão associadas diversas complicações. Quanto maior for o descontrolo dos níveis de glicemia, maior será o risco de a pessoa vir a desenvolver problemas como a neuropatia, a retinopatia diabética ou a nefropatia diabéticas. Valores de glicemia participam ainda no aumento do risco cardiovascular com probabilidade acrescida de problemas como o enfarte ou o acidente vascular cerebral (AVC).

 

A principal forma de gerir a doença, evitar a sua progressão e fintar as complicações passa pela gestão dos valores de glicemia. E são muitas as frentes desta «luta» pelo controlo glicémico:

 

  • Seguir o tratamento recomendado a horas certas;

 

  • Manter uma alimentação cuidada e adaptada à diabetes;

 

  • Controlar os níveis de glicemia através de medições frequentes;

 

  • Praticar exercício físico com regularidade;

 

  • Manter um peso corporal saudável;

 

  • Estar alerta para as eventuais complicações;

 

  • Gerir outros parâmetros que se relacionam com a diabetes: colesterol, pressão arterial, etc.

 

É natural que, tentando focar-se nalgum destes aspetos, outros fiquem para trás. E na diabetes, quanto maior o seu controlo global em todas as frentes, maior será a probabilidade de controlar a doença. Ao manter um diário da diabetes, «obriga-se» a dar atenção aos vários parâmetros e a lembrar-se do que ainda pode fazer para controlar a doença. Um diário permite-lhe ainda saber como é que as mudanças que aplica no seu dia a dia têm ou não impacto na sua diabetes.

 

Cada pessoa é diferente e, por vezes, as estratégias que funcionam para uma pessoa não têm resultados assim tão bons noutra. Imagine que quer experimentar uma dieta diferente ou um novo tipo de exercício físico. Ao manter um diário da diabetes poderá perceber através do registo qual o impacto que tem, ajudando-o a optar pelas soluções que melhor se aplicam ao seu caso.

 

Mantendo um diário, vai conseguir ainda identificar padrões no seu comportamento e nos seus valores, de modo a ter uma ideia do que pode ainda fazer para melhorar.

 

Além disso, fazer medições ocasionais de glicemia sem registo podem fazer com que tenha uma ideia geral e pouco precisa sobre se a sua doença está. Talvez hoje a sua glicemia pareça estar fora de controlo, mas como está em comparação com o ano passado? E será que daqui a um ano a sua ideia do «fora de controlo» será a mesma? Ter um método de comparação ao longo do tempo pode ser uma grande ajuda.

 

Faça o download do seu diário aqui e imprima mais páginas à medida que as vaipreenchendo. A partir de hoje, não deixe nada por registar!

Fontes

Referências

  • WebMD
  • Adhmed A, 2010
  • Diabetescouk
artigo
imprimir
anterior seguinte