Pub
Pub
artigo
imprimir

O poder do gengibre

Esta raiz de sabor picante tem um efeito termogénico no organismo: a sua digestão acelera o metabolismo, aumentando o gasto calórico e a eliminação de gordura corporal.

«Este superalimento de sabor picante e muito aromatizado pode ser usado das mais variadas formas. Pode ser consumido fresco ou seco, cru ou adicionado aos mais diversos pratos, salgados e doces, a bebidas, batidos, gelados ou iogurtes», conta a nutricionista Iara Rodrigues. Tome nota dos principais benefícios do gengibre não só na gestão do peso, mas também, na prevenção de vários problemas de saúde.

Gengibre: aliado da dieta

Queima calorias

 

«Durante a digestão do gengibre, o gasto calórico do organismo pode aumentar até 10 %, sendo um ótimo aliado na perda de peso quando associado a uma alimentação saudável e variada e à prática de exercício físico», conta Iara Rodrigues.

 

Promove a eliminação da gordura

 

O gengibre «contém substâncias termogénicas que aumentam a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e, nesse sentido, a queima de gordura. Usado como condimento, facilita a digestão de gorduras e simultaneamente melhora o funcionamento intestinal, evitando o desconforto e ajudando a combater a flatulência e a impedir a formação de gases», afirma Iara Rodrigues.

 

Previne a retenção de líquidos

 

«Usado como condimento e substituto do sal na confeção das refeições, o gengibre previne a retenção de líquidos, diminuindo a sensação de inchaço», refere igualmente a nutricionista.

 

Efeito anticelulite

 

O gengibre «tem uma ação anti-inflamatória que pode ser muito útil para combater a pele com aspeto “casca de laranja”.»

artigo

143.

Guia das gorduras

O gengibre é ainda…

Um aliado da saúde

 

Os efeitos terapêuticos do gengibre resultam principalmente da sinergia entre os seus constituintes fitoquímicos: óleo essencial, fenóis, lecitinas e aminoácidos.

 

  • Combate os enjoos, provocados pelo movimento (viagens de avião, barco, carro), bem como os originados por situações pós-operatórias.
  • Tem ação antioxidante, que, além de ajudar a combater os radicais livres e prevenir doenças, ajuda igualmente a evitar o envelhecimento da pele.
  • Possui propriedades antisséticas, pelo que a utilização da raíz do gengibre pode ser benéfica em casos de constipações e gripes.
  • É um estimulante circulatório, podendo ajudar em casos de frieiras, assim como na má circulação nas mãos e nos pés.
  • Funciona como um relaxante muscular, permitindo aliviar as dores articulares e musculares.É igualmente um bom aliado no tratamento de úlceras gastroduodenais por relaxamento do sistema digestivo.

 

Fonte: adaptado a partir de dados fornecidos por Iara Rodrigues, nutricionista

 

Mas há casos em que está contraindicado…

 

  • Pessoas com hipertiroidismo;
  • Crianças e grávidas;
  • Pessoas com cardiopatias, enxaquecas, úlceras e alergias;
  • Quem sofre de hipoglicemia, insónia, nervosismo e taquicardia;
  • Pessoas a fazer medicação anticoagulante.

 

 

Junte-se à comunidade Diabetes 365º!

Fontes

Referências

  • Revista Prevenir
artigo
imprimir
anterior seguinte