Pub
Pub
artigo
imprimir

Um Natal delicioso para crianças com diabetes

A época natalícia é um desafio para todos os diabéticos e, em especial, para as crianças que começam a dar os primeiros passos na autogestão da doença. Mas quem disse que para as crianças com diabetes o Natal não podia ser delicioso?

Sim, o Natal é um desafio para quem deve ter atenção à alimentação, como é o caso de quem tem diabetes. Mas se por um lado deve ter atenção redobrada à mesa, por outro, é importante garantir que esta época tão adorada do ano não se transforma no seu pior pesadelo – algo que é especialmente importante se tem crianças com a doença na família. Siga estas sugestões e garanta que os mais pequenos desfrutam ao máximo da época natalícia!

Garantir um natal delicioso para crianças com diabetes

  • Antes de mais, vamos falar!

 

Em primeiro lugar, reserve tempo para falar com a criança sobre o Natal e sobre a diabetes tipo 1: de forma otimista e positiva, promova a autonomia da criança. Pergunte-lhe até se gostaria de discutir a doença em família! E, ao invés de tentar interceder por ela, ajude-a a fazer as melhores escolhas e a compreender a importância de manter os níveis de glicemia controlados. Pode até envolver a criança na escolha das opções saudáveis que quer ter à mesa.

 

  • Longe da vista, longe do coração

 

Não tente proibir a criança de comer uma iguaria natalícia – com moderação e muito cuidado, não há razão para que não possa comer. No entanto, para ajudar, procure manter os pecados de Natal fora de vista, deixando bem visíveis as opções saudáveis ajudando a criança a resistir à tentação. Lembre-se de que há outros ingredientes além do açúcar que podem influenciar os níveis de glicemia!

artigo

25.

Obesidade infantil: conselhos de prevenção

  • Evite os sentimentos de exclusão

 

É necessário ter especial atenção para garantir que a criança com diabetes no natal não se sente excluída ao ver que os irmãos, primos e outros familiares comem algo que lhe está vedado. Por isso, o apoio da família é fundamental para ajudar e dar o exemplo à criança das melhores escolhas e procedimentos. Assim sendo, porque não experimenta novas receitas adaptadas à diabetes, partilhadas com todos? Pode ainda, por exemplo, guardar um presente saboroso inesperado para dar à criança por conseguir manter o controlo glicémico.

 

  • Atenção redobrada aos níveis de glicemia

 

Aferir qual a quantidade de insulina a tomar pode ser mais difícil nesta altura do ano. Tente garantir que a criança não come mais do que a quantidade que considerou para a dose de insulina. Além disso, procure estar mais atento a eventuais sintomas de hiperglicemia ou de hipoglicemia para agir o quanto antes. Por fim, lembre-se de que poderá ser necessário medir o nível de açúcar no sangue mais vezes para garantir o controlo!

 

Junte-se à comunidade Diabetes 365º e partilhe dúvidas e informação com outras pessoas na sua situação.

 

Referências
  • Diabetes UK.

artigo
imprimir
anterior seguinte