Pub
artigo
imprimir

A diabetes também tem coração

Neste Dia Mundial da Diabetes, lembre-se de que por detrás das manias e exigências da diabetes está um coração sensível, que também precisa de si. E, tal como a diabetes, precisa da sua atenção todos os dias.

Patrocinado por

Viver com diabetes não é fácil. Se não são as restrições alimentares é o exercício, as medições da glicemia e os exames médicos. Além dos cuidados com o peso, do controlo do colesterol e daqueles hábitos menos saudáveis… já para não falar das várias consultas médicas a que devemos ir. Viver com diabetes não é fácil. Mas a verdade é que quando há um descontrolo contínuo dos valores da glicemia quem sofre é o coração.

A diabetes também tem coração

Quando a diabetes fica descontrolada, abrimos caminho para que apareçam inúmeras complicações. E um dos principais afetados é o coração. Vamos aos números:

 

  • As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte de quem vive com diabetes. Na verdade, de acordo com a American Diabetes Association (ADA) representa cerca de 2/3 das mortes em doentes diabéticos.

 

  • Quem vive com diabetes tem uma probabilidade 2 vezes maior de sofrer um enfarte agudo do miocárdio ou acidente vascular cerebral (AVC). Os doentes diabéticos têm ainda 2 vezes maior probabilidade de desenvolver insuficiência cardíaca.

Coração ao alto! Chegou a hora de agir e prevenir

A boa notícia é que muitas das coisas que podemos fazer para prevenir as doenças cardiovasculares são importantes para controlar a diabetes. Eis o que pode fazer:

 

  • Fazer uma alimentação super saudável. Ter cuidado à mesa é fundamental para gerir a diabetes e a saúde cardiovascular. Exclua os fritos, os molhos e as gorduras. Inclua os vegetais em todas as refeições (mesmo que seja pouco).

 

  • Faça um plano de exercício para a semana. Uma rotina fácil de seguir que garanta que se mantém ativo e põe esses músculos a trabalhar. Além disso, o exercício físico é essencial para que mantenha um peso saudável.

 

  • Marque um check-up de saúde regular. E seja o principal responsável pela sua saúde: conheça bem os seus níveis de glicemia, peso e pressão arterial. Seja proativo, esclareça todas as dúvidas e peça mais orientações aos seus profissionais de saúde assistentes.

 

  • Faça mudanças lá em casa. Ou seja, para toda a família. Afinal, ser mais saudável é bom para todos e, com todos a bordo de um novo estilo de vida é mais fácil para quem a mudança é mais urgente.

 

Neste Dia Mundial da Diabetes, lembre-se: tudo o que a diabetes faz, o coração sente. E o seu coração depende de si. É tempo de lhe dar a mão e baixar o impacto das doenças cardiovasculares nas nossas vidas.

artigo

185.

Biblioteca 365º: diabetes e saúde cardiovascular

Por fim, junte-se à comunidade Diabetes 365º!

 

MPR-PT-100132_nov2021

artigo
imprimir
anterior seguinte