Pub
Pub
artigo
imprimir

Duelo alimentar: batata-doce vs. batata tradicional

Tem dúvidas na hora de escolher entre a batata-doce e a batata tradicional? Num frente a frente inédito, damos-lhe a conhecer as semelhanças e as diferenças!

Hoje em dia existe uma canibalização dos hidratos de carbono à qual a batata-doce tem escapado. Por esta razão, importa perceber o que difere afinal entre ambas para que a batata-doce seja tratada de forma tão nobre e diferenciada, em comparação com a batata tradicional ou inglesa. Por isso, não deixe de acompanhar com atenção este duelo nutricional.

Batata-doce vs. Batata tradicional

Antes de mais, importa destacar que os dois tipos de batatas são isentos de gordura e pobres em proteína. Além disso, tanto a batata-doce como a batata tradicional apresentam entre 1 a 3 g de proteína por 100 g de produto. Ou seja, ambas são fornecedores por excelência de hidratos de carbono e, pelo contrário, são pobres nos outros macronutrientes.

 

Ainda assim, a batata-doce é mais rica em hidratos de carbono e fibra: isto é, possui o dobro da porção de fibra presente na batata tradicional, razão pela qual a batata-doce apresenta um índice glicémico menor. Por esta razão, a batata-doce permite um melhor controlo glicémico após a refeição, além da maior sensação de saciedade que daí advém. Por isso, estes são aspetos importantes a valorizar na a gestão do plano alimentar para controlo de peso e na diabetes.

artigo

72.

Duelo alimentar: batata-doce vs. batata tradicional

Adicionalmente, a batata-doce é rica em betacaroteno (pró-vitamina A), sendo uma excelente fornecedora deste nutriente. Pelo contrário, a batata tradicional é isenta em betacaroteno.

 

Por fim, importa destacar que uma alimentação equilibrada deve dar primazia à diversidade bem como ao equilíbrio, pois a utilização de uma pequena batata assada com pele a acompanhar um bacalhau não é um crime na diabetes. No entanto, a utilização do tradicional puré como acompanhamento pode comprometer o controlo da glicémia.

 

A quantidade e forma de confeção das suas refeições tem igualmente impacto na gestão glicémica, para além da escolha das referidas matérias primas. Agora, na hora de escolher um dos dois tipos de batata para a sua refeição já sabe que ferramenta utilizar: o seu conhecimento! Lembre-se que nenhum alimento lhe está vedado mas que é preciso saber fazer as melhores opções.

Informação nutricional

Batata tradicional: composição

 

Assada no forno

Energia (kcal) – 152

Água – 64,1 g

Proteínas – 3 g

Lípidos – 4,8 g

Hidratos de carbono – 23,7 g

Fibra alimentar – 2,1 g

 

Batata-doce: composição

 

Assada no forno

Energia (kcal) – 119

Água – 66,9 g

Proteínas – 1 g

Lípidos – 0 g

Hidratos de carbono – 28,3 g

Fibra alimentar – 2,7 g

 

Junte-se à comunidade Diabetes 365º!

Fontes

Referências

  • Instituto Nacional da Saúde Dr Ricardo Jorge (INSA)
artigo
imprimir
anterior seguinte