Pub
Pub
artigo
imprimir

Risco de diabetes: Fatores de risco por sexo

Existem vários fatores de risco que aumentam a probabilidade de vir a desenvolver diabetes. Mas conhece quais são mais comuns nas mulheres? E nos homens? Venha compreender melhor esta divisão de géneros.

A ciência tem vindo a estudar a diferença de géneros em doenças importantes na atualidade, como a diabetes. Afinal, as diferenças biológicas, genéticas e hormonais têm impacto no metabolismo de energia, composição e funções do nosso corpo. Além disso, tanto os fatores biológicos como psicológicos são responsáveis por diferenças de sexo e género no risco de diabetes.

Risco de diabetes: fatores de risco por género

Gordura corporal e perímetro abdominal

 

  • Os homens têm mais gordura visceral (acumulada em redor dos órgãos) e abdominal. E esse facto aumenta o risco de diabetes;

 

  • Antes da menopausa, a gordura nas mulheres acumula-se mais nas ancas e coxas, enquanto que depois da menopausa a tendência é para ser mais semelhante ao sexo masculino.

 

  • Um perímetro abdominal aumentado é sinónimo de maior risco para as mulheres.

artigo

319.

Saber medir o perímetro abdominal

Excesso de peso e obesidade

 

  • A obesidade é o fator de risco mais proeminente para a diabetes, mas é mais comum nas mulheres.

 

Inatividade física

 

  • Associado a maior risco de obesidade e aumento do perímetro abdominal nas mulheres, em comparação com os homens.

 

  • Este fator de risco é evitável, seja qual for o género. Assim sendo, é só manter-se mais ativo e praticar mais exercício!

 

Tabagismo

 

  • Fumar aumenta o risco de diabetes em ambos os sexos. No entanto, o aumento é 25% maior no sexo feminino.

 

Fatores exclusivo do sexo feminino

 

Há algumas condições que só acontecem nas mulheres e que aumentam o risco de vir a desenvolver diabetes tipo 2. Estes são, por exemplo, a síndrome do ovário poliquístico e a diabetes gestacional.

 

Sim, há diferenças entre os homens e mulheres diabéticos, nomeadamente nos fatores de risco. No entanto, esta é uma doença crónica que pode afetar qualquer género de forma crónica. Seja proativo acerca da sua saúde e tenha um estilo de vida saudável. Mais do que isso, faça, sobretudo, tudo o que está ao seu alcance para diminuir o risco de diabetes!

 

Por fim, junte-se à comunidade Diabetes 365º!

 

Além disso, já conhece o nosso website Cardio 365º?

artigo
imprimir
anterior seguinte