Pub
Pub
artigo
imprimir

A diabetes e o consumo de drogas

Com o aumento da prevalência da diabetes entre os jovens, surgem novas preocupações. Numa idade dada à curiosidade e experimentação, a possibilidade do consumo de drogas é uma realidade a enfrentar. Neste texto exploramos a relação e os efeitos entre a doença e o abuso de substâncias.

Para este artigo, considerámos como «drogas» substâncias recreativas ilícitas. Ou seja, que alteram a consciência sem fins terapêuticos. Deixaremos de parte o álcool, tabaco e cafeína, que apesar da sua classificação como «drogas legais leves», não são verdadeiramente vistas como «drogas». Então: será que o consumo de drogas influencia a diabetes? Vamos saber.

O efeito das drogas na diabetes

Principalmente por serem ilegais, ainda não é claro se o consumo de drogas altera diretamente os valores da glicose (açúcar) no sangue. Por isso, apenas podemos analisar as consequências da cannabis, cocaína, ecstasy e outras substâncias ilícitas do ponto de vista cognitivo.

 

A verdade é que, ao alterar a consciência, estas drogas podem fazer com que a pessoa com diabetes não esteja atenta aos parâmetros que deveria controlar. Isto pode resultar em graves complicações de saúde. O consumo de drogas pode levar a:

 

  • esquecimento da toma de insulina;
  • esquecimento de fazer as refeições devidas;
  • perda de apetite e hiperatividade, com consequente hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue) – drogas estimulantes;
  • aumento do apetite e relaxamento, com consequente hiperglicemia (aumento dos níveis de açúcar no sangue) – drogas depressivas;
  • dificuldade ou ausência de controlo dos níveis de glicose;

 

Diabetes e cannabis

 

A cannabis é uma das drogas mais consumidas entre os jovens. Num estudo recente, observou-se um aumento gradual do consumo de cannabis nesta faixa etária. Este passou de 22,6% em 2015 a 26,7% em 2018. O seu baixo preço, facilidade de aquisição e efeitos «relaxantes» podem ser fatores que a popularizam.

artigo

445.

Diabetes na adolescência: aprender a viver com doença crónica

O maior problema desta situação é a probabilidade de existir uma ligação entre o consumo de cannabis e a ocorrência de hiperglicemias. Ou seja, o seu consumo «deprime» o sistema nervoso central, promovendo a baixa atividade física. Isto, associado a um aumento do apetite, que pode levar à ingestão de um excesso de comida, sem o devido controlo glicémico.

 

Por outro lado, a cannabis também é bastante propícia a causar hipoglicemias. Principalmente quando misturada com álcool.

 

Conselhos para diminuir o risco do consumo de drogas

 

O melhor será optar por não consumir drogas. No entanto, se essa decisão for tomada, tenha em consideração o seguinte:

 

  • Saiba sempre o que está a tomar. Pesquise sobre os efeitos da droga em questão para saber com o que contar.
  • Não consuma sozinho. Procure fazê-lo com alguém que se mantenha sóbrio. Além disso, essa pessoa deverá saber qual a droga consumida e que você tem diabetes. Em caso de emergência, dar toda a informação aos profissionais de saúde pode salvar-lhe a vida.
  • Mantenha-se num lugar seguro e confortável
  • Não se separe da sua identificação médica e pessoal

 

O consumo e abuso de drogas tem efeitos diferentes de pessoa para pessoa. Pode parecer uma boa opção para escapar dos problemas ou para nos integrarmos num grupo de amigos. Mas isto pode levar a adição, depressão e overdose. Nas pessoas com diabetes, muitas drogas impedem o controlo da doença por alterarem a consciência. Além disso, podem interferir com a medicação, diminuindo ou aumentando os seus efeitos. Isto pode levar a hipo ou hiperglicemias graves, que por sua vez podem terminar em coma ou mesmo morte. É essencial estar consciente dos riscos e tomar as devidas precauções. Na dúvida, o melhor será não consumir nenhuma droga. E pode ser boa ideia procurar outros amigos ou formas alternativas de diversão.

 

Por fim, junte-se à comunidade Diabetes 365º!

Referências
  • Diabetes.co.uk

  • National Health System UK (NHS)

  • Público

  • American Addition Centers

  • National Diabetes Services Scheme (NDSS)

artigo
imprimir
anterior seguinte