video
imprimir

Explicador: Como devo guardar a insulina?

Para quem precisa de administrar insulina diariamente, não há espaço para dúvidas na hora de armazenar e transportar a insulina de forma segura e sem colocar em risco a qualidade do medicamento. Ora confirme connosco se sabe tudo o que é preciso!

Patrocinado por

Hoje continuamos com o nosso Explicador, a rubrica na qual especialistas explicam e demonstram os principais conceitos na diabetes. Qual o tema de hoje: tudo o que precisa de saber sobre o guardar a insulina e o que fazer durante o transporte. Uma vez mais, a Enfermeira Ana Cristina Paiva vai ajudar-nos a perceber melhor em vídeo.

 

É um utilizador de insulina ou gostaria de aprender mais sobre os detalhes deste tratamento? Então saiba que tão importante como saber administrar a insulina é saber como esta deve ser guardada. Porquê? Porque o armazenamento e os cuidados a ter sempre que precisa de a transportar podem determinar a qualidade do produto. Por isso, compilámos para si as principais informações que poderá também consultar em vídeo!

Sabe como deve guardar a insulina que está a usar?

As insulinas em utilização devem ser guardadas à temperatura ambiente, isto é, entre os 15 e os 30 graus. Além disso, devem ser protegidas do calor e da luz solar, bem como de oscilações bruscas da temperatura.

 

Mas e se a temperatura sobe acima dos 30 graus?

 

Nesse caso, deverá guardar a insulina no frigorífico e retirá-la 20 a 30 minutos antes da hora em que irá administrar o medicamento. Isto porque a administração de insulina fria está associada a dor e desconforto no local da injeção.

 

E a insulina que não estou a usar? Devo ter cuidados especiais com ela?

 

Deverá guardar a insulina que não está a ser usada no frigorífico, numa temperatura entre os 2 e os 8 graus, longe do congelador.

Verifique sempre a data de validade!

Antes de dar início à administração de uma insulina, verifique a data de validade. Se devidamente armazenadas, as insulinas apresentam uma boa estabilidade, mantendo a sua ação até ao fim da data de validade que consta na embalagem.

 

Após o uso inicial da insulina, mantenha-a à temperatura ambiente (ou seja, os tais 15 a 30 graus) por até 30 dias ou de acordo com as indicações do fabricante, dentro do prazo de validade.

E se desconfiar do aspeto?

Observe a sua insulina! As insulinas podem ter um aspeto transparente ou leitoso. Se a sua insulina é habitualmente transparente, então não a deverá administrar caso lhe pareça ter um aspeto turvo. Da mesma forma, se a sua insulina for do tipo leitoso, não deverá administrar se verificar que há sedimentos ou partículas ou mesmo alterações face ao que seria normal.

Como transportar a insulina

No transporte da insulina, seja nas suas atividades diárias ou numa viagem curta (inferior a 6 horas), deverá manter a insulina à temperatura ambiente (seja a insulina de reserva ou a que está em utilização). Lembre-se: o crucial é evitar oscilações de temperatura.

 

Por outro lado, em viagens longas, superiores a 6 horas, ou caso preveja oscilações de temperatura, deverá manter a insulina numa bolsa térmica que mantenha a temperatura adequada. É essencial garantir que a insulina não é exposta ao calor, à luz solar ou à agitação excessiva.

 

Vai de avião? Então leve a insulina consigo na bagagem de mão. Afinal, no porão pode haver grandes oscilações de temperatura.

video

400.

Explicador: Como se administra a insulina?

Por fim, junte-se à comunidade Diabetes 365º!

video
imprimir
anterior seguinte