video
imprimir

Explicador: Importância de avaliar a glicemia

Se vive com diabetes, certamente já lhe terão dito que é importante fazer medições periódicas. Mas porquê? Quais são afinal as vantagens? É tudo isso que hoje lhe vamos explicar.

Patrocinado por

Bem-vindo de volta ao nosso Explicador, a rubrica na qual especialistas explicam e demonstram os principais conceitos na diabetes. Hoje, a Enfermeira Sónia Nair explica-nos tudo sobre a importância e o ato de avaliar a glicemia.

 

A autovigilância dos valores de glicemia é fundamental. Por um lado, permite-lhe ter consciência sobre o seu controlo glicémico. E, por outro lado, permite-lhe ajustar comportamentos e agir para melhorar o resultado da sua medição. A autovigilância faz-se avaliando a glicemia capilar.

O que é a glicemia capilar?

A glicemia capilar corresponde à concentração de açúcar que circula no sangue num determinado momento. É o valor que obtém quando pica o dedo. Assim sendo, para saber se a diabetes está controlada, é importante avaliar a glicemia capilar para medir o açúcar no sangue.

 

Valores que variam ao longo do dia

 

Os valores da glicemia variam consoante a hora do dia, a alimentação, a atividade física e a medicação (seja de insulina ou de antidiabéticos orais).

Qual é a importância de avaliar a glicemia?

A autovigilância continua a ser essencial, apesar de existirem hoje outros sistemas de avaliação. Ao avaliar a glicemia, fica a saber os seus níveis de açúcar no sangue, o que lhe permite ainda conhecer os efeitos:

 

  • da comida que ingere;
  • do exercício físico que pratica;
  • da medicação que toma.

 

Além disso, conseguirá:

 

  • identificar hipoglicemias ou hiperglicemias;
  • ajustar a medicação;
  • analisar o impacto de todos os ajustes feitos;
  • identificar alterações que surgem como consequência de doença;
  • confirmar se certos sintomas estão relacionados com a diabetes

 

Com que frequência a devo fazer?

 

A frequência varia de pessoa para pessoa. Ou seja, depende do tipo de diabetes, tratamento, hábitos, idade, horários de trabalho, etc. Por isso, pode ser importante fazê-lo 1 vez ou dia, 2 vezes ou até várias vezes, antes e depois das refeições. Assim, é importante combinar com a sua equipa de saúde qual a frequência mais adequada para si.

 

Quando devo reforçar a autovigilância?

 

Nos seguintes casos:

 

  • Perante sintomas de hipoglicemia ou hiperglicemia
  • Doença (como, por exemplo, gripe)
  • Alterações nos hábitos de vida
  • Quando lhe é prescrita medicação
  • Se vai de viagem ou mudar de fuso horário
video

461.

Explicador: Como prevenir a hipoglicemia?

Por fim, junte-se à comunidade Diabetes 365º!

Referências
  • Ascensia Diabetes Care

video
imprimir
anterior seguinte