Pub
Pub
artigo
imprimir

Há uma relação entre diabetes e surdez?

Sabemos que a diabetes está relacionada com o aparecimento de outras doenças. Será que a surdez também pode ser uma consequência? Vamos descobrir.

Na diabetes, existe uma impossibilidade por parte do nosso corpo em gerir os níveis de glicose (açúcar) no sangue. Essa glicose em excesso acaba por causar danos nos vasos sanguíneos e nos nervos. Como consequência, começam a surgir outras doenças relacionadas com o facto de se ter diabetes. São exemplos a retinopatia e a nefropatia diabéticas, que afetam respetivamente a visão e os rins. Acredita-se que o mesmo processo também possa levar à perda auditiva e consequente surdez.

Perda auditiva e surdez

A perda de audição é algo bastante comum. Principalmente com o avançar da idade ou em pessoas constantemente expostas a ruídos elevados. Existem muitas outras causas que podem levar à surdez, como traumas físicos ou doenças. Alguns estudos recentes acreditam que a diabetes pode ser uma delas.

 

Causas mais comuns da surdez

 

A surdez é um estado avançado de perda auditiva. Acontece quando o som não é capaz de atingir as áreas do cérebro onde vai ser reconhecido. Isto pode dever-se a:

 

  • Danos no nervo auditivo – frequentemente relacionados com o avançar da idade. Causam perdas irreversíveis.

 

  • Bloqueios e acumulação de fluido – excesso de cera, infeções, perfurações no tímpano ou danos nos ossículos do ouvido, podem impedir que os sons passem do ouvido externo ao interno. São frequentemente reversíveis.

 

Apesar de serem normalmente associados à idade, os danos no nervo auditivo podem ser originados por outros fatores. Exposição prolongada ao ruído, genética, determinadas doenças e medicamentos podem levar à perda de audição por lesões nervosas.

E a diabetes, pode levar à surdez?

Segundo a American Diabetes Association (ADA), a perda auditiva é 2 vezes mais comum em pessoas com diabetes. Além disso, a taxa de perda de audição é 30% mais elevada nas pessoas com pré-diabetes. Apesar de os resultados não serem 100% conclusivos, parece existir uma causalidade direta entre a diabetes e a perda auditiva.

 

Embora não se saiba exatamente o porquê, acredita-se que esta relação possa ser originada pela neuropatia (danos nos nervos) habitualmente associada a diabetes. Como vimos acima, os níveis elevados de glicose no sangue durante longos períodos de tempo são uma característica da diabetes. Isto pode afetar os capilares e os nervos do ouvido interno, danificando-os. Encontramo-nos assim com uma perda auditiva progressiva, que pode mesmo levar à surdez.

 

Diabetes e surdez de herança materna

 

A diabetes e surdez de herança materna é uma forma rara de diabetes que resulta de uma mutação genética. Afeta apenas 0,5% a 2,8% das pessoas com diabetes e a sua identificação é bastante difícil. Deve ser considerada sempre que existe história familiar materna de diabetes associada a perda auditiva.

 

Prevenir a surdez associada à diabetes

 

  • Faça check-ups auditivos anuais
  • Mantenha a glicemia controlada
  • Controle a hipertensão
  • Tome «religiosamente» a sua medicação prescrita pelo médico
  • Mantenha um peso saudável
  • Pratique atividade física regular

 

Por causar danos nos nervos e nos vasos sanguíneos, acredita-se que a diabetes pode levar à perda auditiva e consequente surdez. É necessária mais investigação de forma a obter resultados mais conclusivos e estabelecer uma relação inequívoca entre ambas as doenças. Se notar que está a perder a audição, consulte o seu médico. Muitas vezes, existem formas de atrasar ou mesmo travar a progressão da surdez associada à diabetes. Nomeadamente através do controlo da glicemia, que poderá ter efeitos positivos na degeneração dos nervos e vasos sanguíneos do ouvido.

artigo

263.

Diabetes e cegueira: cuide dos seus olhos

Por fim, junte-se à comunidade Diabetes 365º!

Referências
artigo
imprimir
anterior seguinte