Pub
Pub
artigo
imprimir

O que é a gastroparesia diabética?

A gastroparesia diabética é uma complicação da diabetes que afeta as digestões. Mas afinal, o que é exatamente e porque acontece? Hoje vamos falar sobre o que há para saber sobre gastroparesia diabética.

Gastroparesia é o termo utilizado para designar uma disfunção da motilidade do estômago. Ou seja, algo que faz com que o esvaziamento do estômago seja mais lento e as digestões sejam mais difíceis.

Gastroparesia diabética: o que é?

A gastroparesia diabética, como o nome indica, é uma complicação da diabetes. Mas afinal, porque acontece? Sabemos que as oscilações de açúcar no sangue, como a hiperglicemia (isto é, o açúcar em excesso no sangue) podem levar a complicações em diversos sistemas do organismo. O sistema nervoso periférico, constituído pelos nervos, pode ser um desses sistemas afetados. Quando a diabetes afeta os nervos, estamos perante uma complicação da diabetes à qual chamamos de neuropatia diabética. E a neuropatia diabética pode afetar todos os nervos, incluindo um sistema nervoso chamado de «autónomo», que é responsável pelas funções automáticas e inconscientes do nosso corpo. Isto é, os nervos que controlam os órgãos que funcionam independentemente da nossa vontade, como o coração, o aparelho genital, os intestinos e o estômago.

 

Ora, quando um dos nervos afetados é o nervo vago (o nervo responsável pela motilidade gástrica), os músculos do estômago vão funcionar mais lentamente. Isto faz com que a digestão seja mais lenta ou fique praticamente parada, pelo que a comida não é bem digerida.

Quais os sintomas?

Os sintomas são consequência de uma digestão lenta e ineficaz, que incluem:

 

  • azia;
  • náuseas e vómitos;
  • sensação de enfartamento;
  • inchaço abdominal;
  • perda de apetite;
  • obstrução intestinal.

 

Devido à digestão mais lenta, os níveis de açúcar no sangue podem ser difíceis de estabilizar, causando flutuações inesperadas. Se tem diabetes e alguns destes sintomas, acompanhado de valores imprevistos de glicose no sangue mesmo com o cumprimento da medicação, fale com o seu médico!

Existe tratamento?

Para melhorar os sintomas da gastroparesia diabética, devem ser feitas alterações na alimentação, nomeadamente:

 

  • Evitar comidas altamente ricas em fibras ou gorduras, mais complicadas de digerir;
  • Investir no consumo de líquidos;
  • Aumentar o número de refeições por dia, com menor quantidade de alimentos de uma vez.

 

O objetivo do tratamento não é reverter a lesão do nervo vago, mas sim evitar que agrave. Para evitar a progressão da doença, o controlo da glicemia é fundamental. Não só para controlar as complicações que já surgiram, como para evitar o aparecimento de novas complicações da diabetes.

 

Para isso, não se esqueça: mantenha uma alimentação ajustada, exercício físico regular e a medicação que o seu médico recomendou. 

artigo

432.

Há relação entre diabetes e problemas gastrointestinais?

Por fim, junte-se à comunidade Diabetes 365º!

Referências
  • Krishnasamy S & Abell TL (2018)

  • Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP)

  • Diabetes UK

  • Healthline

artigo
imprimir
anterior seguinte